RESUMO DA SESSÃO ORDINÁRIA DO DIA 01 DE JUNHO DE 2020

por Assessoria CMI publicado 01/06/2020 00h00, última modificação 09/06/2020 11h26

- O vereador Bosco Rodrigues, primeiramente, apresentou um vídeo relatando a viagem ao interior, feita por ele e os demais membros da Comissão Especial de Saúde da Câmara.
O vídeo mostra duas realidades distintas, onde as UBS da Região de Novo Remanso e Lindóia são razoavelmente mais assistidas, com equipamentos e remédios, além de profissionais da saúde, enquanto que aquelas da Região do Rio Arari estão abandonadas, sem medicamentos, sem profissionais da saúde, que durante o ano de 2020, estiveram por lá, apenas uma única vez e assim mesmo, com atendimento parcial de um dia.
A Comissão reuniu com a secretária municipal de saúde, enfermeira Keyt Anne Passos, que assegurou que no próximo dia 04 de junho uma equipe médica e demais profissionais da saúde estarão se deslocando para atendimentos no Rio Arari.
Bosco disse que isso é bom, porém não o suficiente, pois é primordial que o sistema de transporte SOS volte a funcionar e que a tão esperada UBS fluvial seja liberada o mais breve possível, a fim de prestar atendimento mais frequente ao povo ribeirinho, do Rio Arari e das ilhas.
O Vereador enfatizou que há a necessidade urgente de organizar a distribuição de medicamentos para as várias UBS, pois constatou-se que há considerável estoque de remédios, que não estão chegando até aos pacientes que buscam atendimento no hospital e nas UBS.
Finalizou abordando sobre a urgência na flexibilização da quarentena, a fim de que os pequenos comércios possam reabrir, pois estão sendo punidos injustamente com a prorrogação do decreto para que fiquem fechados, enquanto que há muitas aglomerações de pessoas em jogos, reuniões para bebedeiras, para empinar pipas, etc. Bosco disse que o poder público, no caso a prefeitura e o Comitê Gestor de Controle da Pandemia, precisa fiscalizar mais essas atividades e liberar os pequenos comerciantes.

- O vereador Joanilson Mendes reiterou que é primordial que sejam vistos com mais atenção detalhes da saúde, como por exemplo, a questão da suspensão do serviço de transporte SOS na área de várzea. Ele disse que é necessário que a Comissão de Saúde busque saber se os contratos também foram suspensos ou se estão em vigência, para saber se estão sendo pagos indevidamente, visto que o serviço não está sendo prestado.
Joanilson disse ainda que é importante que se tenha conhecimento do teor dos contratos, pois, há quem diga que até “rabetas” são contratados para fazer o serviço de SOS. Ele disse que parece que o povo do Arari é tratado com o resto, com aquilo que sobra, ou seja, quando dá para fazer faz, quando não dá fica por isso mesmo. O vereador ressalta que não pode ser assim, pois todos merecem receber serviços de qualidade, afinal dinheiro sempre está vindo para a saúde, sobretudo agora nesse período de pandemia.
Joanilson reiterou que o ideal para a região do Rio Arari e Ilhas, são as UBS Fluviais, mas, até agora há uma unidade que dizem que vai chegar, mas nunca chega. Enquanto isso, as UBS que foram construídas não funcionam, estão fechadas. Não há medicamentos, não tem SOS e as pessoas ficam no abandono.

- O vereador Richardson do Mutirão ressaltou que é muito triste ver o nome de Itacoatiara sendo falado nos Sites, Blogs e Portais, com notícias de corrupção, desvio de dinheiro, superfaturamento na licitação de fornecimento de combustível, na compra de merenda escolar, dentre tantas. É uma denúncia atrás da outra, quando a gente pensa que acabou, chega mais denúncias.
Richardson disse que não tem mais como ficar alheio a essas questões, por isso está protocolando junto a mesa diretora, pedido de criação de uma CPI. Ele adiantou que tem apoio de vários colegas que vão assinar o pedido de criação da CPI, para verificar os gastos na saúde. Porque, nunca na história, se destinou tantos recursos para a saúde, sobretudo para o combate ao Covid. Enquanto isso, o salário dos médicos está atrasado novamente.
Lamento ver o nome de Itacoatiara sendo jogado na lama, literalmente. Ele disse que foi feito uma foto com drone, que mostra a rua que dá acesso à casa do prefeito cheia de buracos, assim como tantas outras.
Além disso, chovem as denúncias contra a comissão de licitação, pois é possível ter acesso ao nome dos vencedores, com vários dias de antecedência. Itacoatiara é a cidade do colorau mais caro do mundo. Se bem que isso já é tradição, afinal teve o escândalo do sal, que também foi comprado por preços absurdos. Tempero é o que não falta – falou com ironia Richardson, que voltou a falar que vai entrar com pedido de abertura de CPI.

- O vereador presidente, A. I. Netto, assegurou que, por ele não há problemas, que fará a instalação de CPI na hora, assim que tiver as assinaturas necessárias. “O pau que bate em Chico, também bate em Francisco”, concluiu.

- O vereador Arialdo Guimarães lembrou que a Câmara tem livre arbítrio para fiscalizar e decidir aquilo que precisa ser feito.
Destacou que a Comissão Especial de Saúde tem feito um bom trabalho. Apesar disso, ele disse que gostaria que fossem mais em profundidade na fiscalização. Citou como exemplo o montante de dinheiro que está vindo para a saúde e de que forma está sendo usado.
Arialdo disse que já ouviu rumores novamente que o pessoal da saúde vai parar, porque estão com dois meses de salários atrasados.
O vereador sugeriu que a Comissão Especial reúna também com os médicos que estão reclamando de atrasos no pagamento. Porque até agora conversaram apenas com o prefeito, secretária de saúde e com o presidente da Cooperativa, portanto, falta falar com os médicos. Dessa forma, Arialdo disse que saberemos quem está mentindo ou se omitindo.
Arialdo pediu ainda que seja pedido um relatório sobre os medicamentos e materiais comprados, aquilo que chegou, o que foi distribuído para as UBS e para o Hospital, quantas pessoas foram atendidas, etc. É preciso ir mais profundamente nesses detalhes, que são importantes, disse Arialdo.

- O vereador Francisco Rosquilde falou que é importante que se apure os fatos, por exemplo, dizem que os médicos estão falando que não receberam. Quem são esses médicos? Os nomes deles, para poder saber o que está acontecendo de fato. Ele disse que é contra a pessoa trabalhar e não receber, que é contra atraso de salários. Quem trabalha tem que receber.
Rosquilde disse que obteve informações do prefeito Peixoto, dando conta que tem ofício do presidente da Cooperativa, que consta que falta pagar os meses de abril e maio que fechou agora, portanto, são dois meses e não quatro meses de atraso, mas que já estão providenciando para efetuar o pagamento.
Sobre as denúncias de irregularidades na compra de combustíveis, Rosquilde disse que está tomando todas as providências e se forem confirmadas as irregularidades, irá pedir o afastamento do secretário Márcio. Assegurou que não vai prevaricar.
Disse que Itacoatiara tem muitos problemas, como por exemplo a infraestrutura e aproveitou para dizer que acredita, que não teremos asfalto para consertar as ruas esse ano. Esqueça asfalto esse ano, se não foi feita licitação até agora, dificilmente teremos tempo hábil para viabilizar. Estou sendo realista, disse Rosquilde.

- A vereadora Cheila disse que hoje se fala muito da Covid, o que ela acha justo, entretanto, ressaltou que não se pode deixar de cobrar outros serviços que não estão sendo feitos.
Sobre a infraestrutura, ela disse que ouviu seu colega Rosquilde dizer que não haverá asfalto, mas ela ainda acredita que terá. Mas, reconheceu que até o tempo não está ajudando, pois, nos meses de maio e junho, costumeiramente não tem muita chuva, entretanto, esse ano, são os meses que tem chovido mais.
Cheila abordou também sobre a inauguração da feira do produtor rural, que foi fruto de seu pedido junto ao deputado Sinésio Campos, que conseguiu a emenda parlamentar de 150 mil reais e teve a contrapartida da Prefeitura de 60 mil reais. Ela disse que, na ocasião da inauguração, recebeu outras reivindicações dos feirantes, como a necessidade de contratar mais dois fiscais e de auxiliares de serviços gerais.
Falou da boa notícia que recebeu, que já foi assinada a ordem de serviço para a construção do porto da estrada do Itaubal, além da perfuração de um poço artesiano e mais a construção de um abrigo para a comunidade.
Ela encerrou sua participação mostrando um vídeo em que aparecem o deputado Sinésio Campos, o secretário da SEINFRA e o governador Wilson Lima, dando a boa notícia.

- O vereador Gutemberg Brito expressou que gostaria muito que nesse momento triste e difícil que o mundo vive com essa pandemia, que não houvesse lados partidários, entretanto, a realidade é outra, infelizmente.
Quanto ao pedido de criação de CPI, proposto pelo seu colega Richardson, assegurou que vai assinar, não por que é ano político, mas, porque já vem há tempos pedindo investigações. Ele lembrou que já entrou com vários pedidos junto ao Ministério Público. Que foi ele quem denunciou o salário de 13 mil reais de um dos procuradores geral do município, que depois foi reconhecido pela prefeitura que havia realmente um erro. Gutemberg falou da sua luta para desvendar o desvio do dinheiro do FUNDEB. Disse que nunca se escondeu, que inclusive já havia pedido a criação de uma CPI, mas que não foi acompanhado pelos colegas na época.
Ele ressaltou que as irregularidades na Secretaria de Saúde acontecem desde o primeiro secretário dessa administração, quando teve o escândalo do sal. E que, caso a CPI comprove as irregularidades, que os culpados sejam punidos e paguem pelos seus erros.
Finalizou dizendo acreditar, que está exercendo seu papel de vereador da melhor forma possível. Quanto a ser reeleito ou não, quem vai decidir será o povo.

 

(Reprodução autorizada mediante citação)

O Conteúdo da Câmara Municipal de Itacoatiara é aberto e pode ser reproduzido, desde que a fonte "site institucional da Câmara Municipal de Itacoatiara-Am" seja citado.