RESUMO DA SESSÃO ORDINÁRIA DO DIA 01 DE SETEMBRO DE 2020

por Assessoria CMI publicado 01/09/2020 00h00, última modificação 02/09/2020 11h05

- O vereador Richardson do Mutirão falou que estava atento à leitura da ata da sessão especial de abertura dos trabalhos, em 03 de fevereiro de 2020. Ele disse que deu para ver que muitas coisas, prometidas pelo prefeito Peixoto não foram cumpridas até agora, como a iluminação de Itacoatiara com luz de led.
Richardson lembrou ainda que até agora também, essa administração não efetivou a ajuda para os universitários que estudam em Manaus. O vereador recordou que, quando eles não estavam no poder, criticavam a administração passada que concedia um auxílio de apenas 300 reais. Infelizmente hoje, nem 300 reais e nem nada.
Richardson antecipou que pediria vistas do projeto enviado pelo Executivo Municipal, que pede para que seja alterada a Lei Orçamentária votada em 2019, para execução agora em 2020.

 

- O vereador Arialdo Guimarães falou que há uma expectativa muito grande nas redes sociais, quando a leitura do relatório da Comissão Processante, por isso ele assegurou que a leitura do relatório ocorrerá no próximo dia 04 de setembro, sexta-feira, às 15h, na sala da presidência da Câmara, com transmissão pelo Facebook. Arialdo ressaltou que o prefeito Peixoto já foi convidado para estar presente ou enviar o seu representante. O vereador pediu ao presidente A. I. Netto para que possa credenciar alguns representantes da imprensa, a fim de acompanhar e também que, logo em seguida, marque uma sessão extraordinária para que o relatório seja votado pelos demais vereadores.

- A vereadora Cheila Moreira disse que este mês de setembro tem uma importante campanha para alertar sobre o mal do século, que é a depressão e o suicídio. Ela ressaltou que o setembro amarelo traz esse alerta para essa doença que afeta sobretudo os jovens. Cheila lembrou que é mãe e que muitas vezes as famílias não conseguem detectar o problema e não percebem que falta algo. E, por não terem as informações necessárias, apegam-se em valores preconceituosos, como dizer que “isso não é doença, que isso é frescura”. Cheila, entretanto, frisou que a depressão é sim uma doença e muitas vezes começa com a ansiedade, que é o ponto de partida, pois vivemos hoje como escravos da hora, do corre-corre do dia a dia. A vereadora destacou a importância dos psicólogos e psicólogas.
Cheila falou que não basta apenas falar, que é necessário lutar por políticas públicas que ajude no tratamento dessa doença. A vereadora adiantou que vai apresentar projeto para que seja obrigatório a contratação, pelas escolas públicas e particulares do município, de psicólogos para atuarem e assim ajudar os estudantes nessa questão da ansiedade e depressão.

 

- O vereador Alcimar Filho leu o projeto de sua autoria que vai apresentar, pedindo que seja suspenso temporariamente a Lei que reconhece a data de 08 de setembro de 1683, como fundação de Itacoatiara. Ele justificou que houve muitos erros que precisam ser corrigidos e enquanto isso não acontecer, a Lei sancionada recentemente seja suspensa. Alcimar disse que a própria sanção da Lei não cumpriu o regimento, porque ocorreu fora do prazo legal.
O vereador assegurou que está fazendo isso para que no futuro a Câmara não seja cobrada por um erro cometido no presente, que quer ver a história de Itacoatiara sendo contada com H.
Em aparte, o vereador Arialdo Guimarães disse que vai subscrever o projeto, porque, também não concorda com a forma como foi feita a Lei da fundação de Itacoatiara, até porque, ele garantiu que não votou e foi dito que a mesma foi aprovada por unanimidade.

 

- O vereador Bernardo Santiago fez um apelo para que a empresa Amazonas Energia de Urucurituba possa olhar com mais carinhos, os consumidores do Rio Arari, pois há várias comunidades que estão sem energia há 5 dias, por conta de um cabo que rompeu. Ele pediu ainda para que a empresa providencie a limpeza e podas de árvores, dos ramais por onde passam as redes elétricas, a fim de evitar transtornos como esses, que galhos de árvores caem e rompem os cabos elétricos.

 

(Reprodução autorizada mediante citação)

O Conteúdo da Câmara Municipal de Itacoatiara é aberto e pode ser reproduzido, desde que a fonte "site institucional da Câmara Municipal de Itacoatiara-Am" seja citado.