RESUMO DA SESSÃO ORDINÁRIA DO DIA 04 DE FEVEREIRO DE 2020

por Assessoria CMI publicado 04/02/2020 20h00, última modificação 06/02/2020 09h00

- O vereador Arialdo Guimarães disse que o presidente A. I. Netto foi feliz no seu discurso de abertura dos trabalhos legislativos, realizado no dia anterior, em que um dos assuntos abordados foi sobre a cobrança da construção de um novo cemitério para Itacoatiara, visto que o atual não suporta mais novos sepultamentos.
Arialdo lembrou que apresentou no passado, um projeto pedindo a construção de um novo cemitério, inclusive chegou-se a destinar uma área para tal, mas que depois, acabou sendo doado para o IFAM.
Ele disse que vai solicitar uma nova área de terra para que possa ser construído o cemitério e que seja feito de forma organizada, com quadras delimitadas e espaço para as pessoas andarem, isso para que não aconteça como o atual, em que foram fazendo as sepulturas aleatoriamente, resultando no caos que é hoje, onde o povo para ir de um lugar para o outro, obriga-se a passar por cima de sepulturas.

- O vereador Bosco Rodrigues relatou que o ano legislativo já começou com boas novas, citando a audiência pública ocorrida no dia anterior, quando foi feita a consulta pública e aprovado o processo para a criação da Área de Proteção Ambiental – APA, que vai permitir o manejo sustentável do jacaré.
Ele citou também a entrega do título de cidadão itacoatiarense, a seu pedido, ao senhor Muni Lourenço da Silva, uma pessoa que tem a vida dedicada ao setor primário. Bosco adiantou que o senhor Muni se comprometeu a acompanhar o Grupo de Trabalho (GT) do manejo do jacaré, até Brasília, a fim de continuar a luta pela aprovação da mudança da Lei da Fauna, que dentre outras coisas, garantirá o manejo do Jacaré em toda a Região Norte, independentemente de criação de APA. Além disso vai ajudar na luta pela criação do polo têxtil na Vila de Lindóia, dentro da área suframada.
Falou ao seu colega Arialdo, que a permuta do terreno onde seria construído a maternidade, para que seja instalado o novo parque de exposição agropecuária de Itacoatiara, não vai prejudicar o projeto da maternidade, pois, a prefeitura já está em negociação, para conseguir através de permuta, o terreno próximo ao hospital, onde funcionava a meteorologia.

- A vereadora Cheila Moreira abordou sobre vários assuntos, sobretudo quanto ao problema da malha viária de Itacoatiara e também sobre a importância das emendas impositivas. Citando que estamos dependendo dos trâmites burocráticos, a fim de que seja efetivada a emenda do senador Eduardo Braga. Ela frisou que não basta torcer para que isso possa dar certo e assegurou que, nesse jogo, ela vai estar dentro de campo sendo protagonista, acompanhando, cobrando e fiscalizando para que o processo tenha andamento e as obras possam ser executadas.
Disse que toda Itacoatiara está com a malha viária comprometida e isso está prejudicando os comércios que ficam nessas ruas deterioradas, sobretudo nos bairros. Citou como exemplo o próprio estabelecimento do seu Pai, o Bar Tira Ressaca.
Cheila reiterou que as emendas impositivas são mecanismos que ajudam os parlamentares a intervir positivamente no trabalho do executivo, citando a emenda de 150 mil reais que ela pediu ao deputado Sinésio Campos, para a reforma da Feira do Produtor Rural e que agora já está na conta da Prefeitura e nos próximos dois meses deverá se concretizar.
Ela relacionou outras obras que deverão acontecer em 2020, como resultado do seu trabalho junto com o deputado Sinésio Campos, como o porto do Itaubal, a escadaria da comunidade Santa Teresa, o reservatório de água para a Vila do Batista – Rio Arari, dentre outras. Finalizou reafirmando que estará acompanhando de perto tudo isso, para que se transforme em realidade para o povo.

- O vereador Francisco Rosquilde reforçou as palavras de seus antecessores na tribuna, dizendo que os vereadores têm sim muito trabalho em favor do povo, só não vê aqueles que não querem ver, por isso é importante que se divulgue e se propague as ações. Lembrou algumas atividades realizadas pelos seus colegas, como a campanha de limpeza e preservação do Rio Urubu e seus afluentes, que vem sendo realizada todos os anos pelo seu colega Ney Nobre; o empenho do vereador Bosco pela efetivação do manejo do jacaré e assim, ele foi citando seus demais colegas.
Rosquilde lamentou e repudiou as pessoas que postam inverdades e matérias mentirosas nas redes sociais, apenas com o objetivo de ridicularizar e denegrir a imagem da Câmara e dos vereadores.
Rosquilde aproveitou o ensejo e parabenizou a Diretoria do Bloco da Maizena, citando o senhor Eduardo Ayden, pela atividade realizada pelo bloco, no último final de semana. Disse que atualmente o Bloco da Maizena é o maior do interior do estado e certamente vai se tornar o maior de todo o Amazonas.

- O vereador Richardson do Mutirão parabenizou o presidente A. I. Netto pela forma como vem conduzindo a Câmara em todos os aspectos, destacando sua estrutura e o plenário que é o mais bonito e organizado de todo o interior do Estado. Richardson fez questão de frisar que o plenário serve não apenas aos vereadores, mas a toda comunidade, pois são realizados cursos, eventos e reuniões por entidades representativas.
Richardson voltou a defender a criação, na prefeitura, de uma equipe técnica, formada por profissionais capacitados, com a finalidade de trabalhar projetos, que permitam a efetivação das emendas impositivas indicadas por parlamentares, a fim de não perdermos recursos, como já tem ocorrido, pois a maioria das emendas conseguidas até então, tem se perdido por falta de uma equipe capacitada.
Richardson citou a emenda que o deputado Cabo Maciel conseguiu para a compra de 2 ambulâncias, cujo recurso já foi liberado pelo Governo do Estado para a Prefeitura, entretanto, até agora não foram compradas porque não foi feito o processo licitatório. Enquanto isso a população clama por ambulâncias e a gerência da Secretaria Municipal de saúde não dá agilidade no processo.
A propósito, Richardson ainda abordou sobre a Comissão Geral de Licitação do Município, que já trocou tanto de presidente, que hoje fica até difícil saber que comanda a pasta. Ele destacou que algumas ações causam estranheza, pois, as empresas que ganham as licitações são sempre as mesmas, parece jogo de carta marcada.

- O vereador Joanilson Mendes falou sobre a mensagem lida pelo prefeito Antonio Peixoto, na sessão de abertura dos trabalhos legislativos, destacando que ficaram algumas coisas de fora, que não foram contempladas e que afetam muito a população, como por exemplo a UBS Fluvial e a construção de um novo cemitério.
A UBS que há 6 anos é para ser entregue e até agora nada. Joanilson disse que se as pessoas do interior fossem depender dessa UBS já estariam mortas e com dificuldades para serem enterradas, já que o cemitério não suporta mais defuntos.
Ele reiterou que tem que ser colocado como uma das prioridades do município, a construção de um novo cemitério.
Depois ele falou de algumas coisas que foram contempladas no discurso do prefeito, como a ponte do Ipixuna, na Estrada do Itaubal, cujos recursos são da ordem de 4 milhões de reais, orçados para 2020. Além disso ele citou os 33 milhões de reais, destinados para a recuperação total da malha viária da cidade. Joanilson assegurou que vai cobrar, inclusive vai apresentar requerimento indicativo, para que seja incluído a Comunidade Nossa Senhora Aparecida, que agora já é Bairro Jacarezinho, a fim de que sejam asfaltadas as ruas daquela localidade que tem mais de 500 habitantes.

- O vereador Ney Nobre falou sobre a audiência que tratou da criação da APA para o Manejo do Jacaré e fez críticas a um funcionário da pasta de Meio Ambiente de Itacoatiara, pela forma como ele se manifestou em uma publicação, tentando desqualificar o trabalho da Câmara de vereadores. Ney disse que respeita o trabalho do senhor Lúcio, mas, não pode concordar com esse tipo de comportamento de um funcionário da SEMA, que só atrapalha esse projeto, que tantos benefícios trará para Itacoatiara. NEY pediu para o secretário Lucio abrir o olho para que a SEMA não atrapalhe o projeto do manejo do jacaré.
Ney também pediu que a Mesa Diretora da Câmara envie ofício ao Governo do Estado, perguntando por que as obras de asfaltamento da Estrada de Novo Remanso estão paradas, há mais de um mês. O serviço vinha sendo feito a passos lentos, tanto que somente 12 a 15 km, mais ou menos, foram asfaltados e agora está tudo parado. Ney voltou a ressaltar que a estrada é muito importante para a escoação da produção, principalmente de abacaxi.