RESUMO DA SESSÃO ORDINÁRIA DO DIA 08 DE OUTUBRO DE 2019

por Assessoria CMI publicado 07/10/2019 20h00, última modificação 11/10/2019 12h00

- O vereador Neguinho da Z-13 reportando-se sobre a anunciada reforma do mercado do Jauary, ressaltou que ele já conhece a problemática há 30 anos e foi categórico ao afirmar, que de nada vai adiantar fazer reforma ou construírem o melhor mercado, pois já fizeram outras reformas e os feirantes não ficam lá e o povo também não vai para lá, porque o local não é bem visto. Neguinho frisou que será um dinheiro desperdiçado. Ele lembrou que já chegou a sugerir ao prefeito Antonio Peixoto, que pudesse utilizar o terreno da antiga CEPLAC, a fim de construir uma feira, para atender aos bairros que ficam no entorno daquela área. Disse que recebeu como resposta que não seria possível, pois ficaria muito oneroso para a prefeitura. Reiterou que a feira do Jauary está envergonhando a cidade, que as outras feiras também estão defasadas e precisando de atenção especial do Poder Público.

 

- O vereador Bernardo Santiago disse que concordava com o discurso sobre as feiras, pois, precisam ser olhadas com mais carinho, porque estão precisando de reformas e até ampliações urgentes, como no caso da feira do produtor rural. Ele falou que concorda com a sugestão de construir uma feira no terreno da antiga CEPLAC, porque atenderia a muitos bairros.
Santiago voltou a falar sobre a situação das lanchas SOS que atuam no Rio Arari, que não tem coberturas, tornando desumano o transporte de doentes, além disso, há muitas queixas sobre o comportamento de alguns condutores. Ele voltou a cobrar a reabertura da UBS da Comunidade Santa Rosa, que certamente reduziria muito esses transtornos de paciente sendo removidos para a cidade.
O Vereador denunciou que as vilas estão em total abandono por parte do poder público em geral.

 

- A vereador Cheila Moreira salientou que achou oportunos, os assuntos tratados pelos seus antecessores, principalmente, quanto a à reforma do mercado do Jauary. Lembrou que se criou no Bairro e acompanha o problema há muito tempo. Destacou que não é a prefeita, mas gostaria de ser, pois assim poderia tratar melhor do assunto, entretanto, ela ponderou e disse que a reforma não deve apenas tratar do espaço aos pescadores, mas deve ser discutida de forma mais ampla, a fim de priorizar pescadores, feirantes, comerciantes e os consumidores. Cheila disse que é preciso haver diálogo, até para saber o que a prefeitura tem a oferecer. Enfatizou que, além da feira do Jauary, as outras também precisam de reformas urgentes, como a feira do Bairro Araújo Costa, inclusive ela disse ao vereador Neguinho da Z-13, que ele deveria ser o embaixador dessa luta, a fim de puxar o debate sobre o assunto, que para isso terá todo o seu apoio.

 

- O vereador Francisco Rosquilde pediu moção de aplauso à seleção de futebol do Bairro Jauary 2, que se sagrou campeão do campeonato interbairros, vencendo o time do Bairro da Colônia. Ele aproveitou para parabenizar a Prefeitura e a Secretaria de Esporte, pela organização do evento.
Ele falou que há algumas pessoas que dizem que ele é oposição ao governo municipal, porém, ele reiterou que não é oposição e sim uma pessoa zelosa e um defensor para que as coisas possam dar certo.
Sobre a questão dos carros de sons nos postos de gasolina, Rosquilde disse que seria interessante que os integrantes da Associação dos Carros de Sons Automotivos pudessem vir até à Câmara, para discutir o assunto, a fim de encontrar uma saída para seus interesses.