RESUMO DA SESSÃO ORDINÁRIA DO DIA 24 DE JUNHO DE 2019

por Assessoria CMI publicado 23/06/2019 23h00, última modificação 26/06/2019 13h50

Na sessão do dia 24 de junho de 2019, o tempo da tribuna cidadã, foi cedido ao presidente do Conselho regional de Engenharia e Agronomia no Amazonas – CREA-AM, Afonso Lins, a fim de abordar sobre o Congresso Estadual dos Profissionais do Amazonas, da engenharia, agronomia e geociência, que acontecerá nos dia 25, 26 e 27 de junho de 2019, no CETAM, cujo objetivo é levar as propostas dos profissionais de Itacoatiara, para que possam ser discutidos no congresso regional, que vai acontecer em Manaus, no período de 10 a 12 de julho e, consequentemente, para o congresso nacional que vai acontecer na cidade de Palmas, em Tocantins, no mês de setembro vindouro. Ele falou sobre a reinauguração da inspetoria do CREA em Itacoatiara, que vai funcionar no prédio do ITA MALL, cuja responsável será a engenheira de Pesca Deilce.


- O vereador Francisco Rosquilde voltou a falar sobre a história de Itacoatiara, sobretudo acerca da verdadeira idade do município, desde a fundação do primeiro núcleo em 1683. Ele disse que deverá acontecer no próximo mês de julho mais uma audiência, a fim de debater o assunto. Ele disse ainda, que em 2020 poderá ser realizado um plebiscito para decidir sobre a data e a verdadeira idade de Itacoatiara.


- O vereador Arialdo Guimarães agradeceu ao deputado Cabo Maciel que tem sido um importante aliado de Itacoatiara, trazendo recursos através de emendas parlamentares, além de ser aquele que sempre abre as portas das secretarias de estado e demais órgãos públicos em Manaus, quando se trata dos interesses de Itacoatiara. Agradeceu também ao senador Eduardo Braga, pelo seu emprenho em fazer acontecer a construção da subestação de rebaixamento do linhão de Tucuruí. Arialdo voltou a falar sobre uma balança para controlar o peso das carretas que trafegam pela AM-010, como forma de evitar que as mesmas continuem a danificar a Rodovia, que não tem uma pavimentação adequada.


- O vereador Bosco Rodrigues agradeceu as parabenizações que recebeu, pela passagem do seu aniversário no dia 23 de junho passado. Falou sobre a audiência pública realizada na sexta-feira passada, dia 21, quando foi debatido sobre a área suframada e o quando isso poderá trazer desenvolvimento para o município de Itacoatiara. Abordou novamente sobre a empresas Hermasa, que tem colocado dificuldades para vender aos produtores rurais locais, derivados da soja, como a casquinha para alimentação de animais. Ele reiterou que não é contra a empresa. Pelo contrário, reconhece a sua importância, mas entende que, pelo tanto que a Hermasa foi beneficiada com incentivos para sua instalação, deveria ajudar o município, facilitando a venda desses insumos.


- O vereador Gutemberg Brito disse que Itacoatiara tem muito potencial para se desenvolver, precisa apenas ser melhor cuidada. Destacou que temos pessoas qualificadas, que precisam apenas de oportunidades. Pediu esclarecimento da prefeitura, por que estão atrasando o pagamento do caminhão e equipe que faz o serviço de iluminação pública, que já estão com 3 meses que não recebem. Voltou a criticar os desmandos que estão acontecendo na área da saúde, apesar de já terem sido aprovados vários remanejamentos de verbas para resolver situações, como o pagamento dos médicos da Cooperativa, que estão novamente com 4 meses que não recebem. Gutemberg ressaltou que tudo indica que está havendo um confronto, para forçar a Cooperativa a desistir do contrato. Gutemberg disse que isso é uma humilhação e falta de respeito para com os médicos.


- O vereador Richardson do Mutirão reiterou que, apesar de a Secretaria de Saúde ser uma das mais importantes pastas do município, mas a Secretária parece que não entende assim, pois, não há uma semana em que não sejam feitas cobranças, críticas e até orientações, para que se evitem os desmandos que vem acontecendo. Richardson disse não saber definir se a secretária Keith é negligente, imprudente ou inexperiente, mas, segundo ele, parece que é os três, que resultam em incompetência. Ele disse que os médicos, além de estarem há 4 meses sem receber ainda tem que lidar com a falta de respeito e como é tratada a coisa pública em Itacoatiara. Richardson falou sobre a falta de respeito também para com o Parlamento, porque ela não responde aos pedidos de informações encaminhados pela Casa. Ele assegurou que vai ingressar no Ministério Público com uma ação de improbidade administrativa conta a mesma. Richardson pediu ainda, ajuda dos demais colegas para, de alguma forma intervir na Secretaria de Saúde do Município, a fim de acabar com esses desmandos.


O vereador A. I. Netto destacou a forma democrática e transparente como tem procurado conduzir a Câmara, desde janeiro, quando assumiu a presidência. Ele voltou a falar que não há nenhum projeto de isenções de ISS, tramitando na Câmara, como foi denunciado. O que há, é uma expectativa a respeito do Grupo Simões, que poderá pleitear isenção ou redução do ISS, mas, que o assunto deverá ser amplamente debatido pela Câmara e será votado de acordo com o interesse público, sobretudo da geração de emprego e renda. Netto lamentou que sejam feitas denúncias infundadas.