TCE REALIZOU 2ª RODA DE CIDADANIA NA CÂMARA DE ITACOATIARA

por Assessoria CMI publicado 10/06/2019 23h00, última modificação 17/06/2019 10h49

Na manhã desse dia 11 de junho de 2019, aconteceu a segunda edição da RODA DE CIDADANIA, promovida pela Ouvidoria do Tribunal de Contas do Estado – TCE.

As Rodas de Cidadania têm como objetivo, fazer o encontro da população com o poder público, proporcionando o diálogo, ouvindo as demandas dos entes que moram no município e que convivem com a realidade local, a fim de que seja possível encontrar as soluções junto ao poder público.
O chefe de gabinete da Ouvidoria do TCE, Harleson dos Santos, ressaltou que a ouvidoria é um canal de comunicação para a população e que a roda de cidadania é uma forma de ouvir, presencialmente, a população, no tocante aos problemas que o município está enfrentando.
Ele lembrou que na primeira edição, realizada no dia 09 de abril de 2019, cujo o tema debatido foi Transparência Pública e Acesso à Informação, ficou firmado uma carta compromisso, para que no prazo de 60 dias, fossem apresentadas melhorias em alguns setores da administração municipal, como, por exemplo, a Prefeitura de Itacoatiara deveria melhorar o aprimoramento do seu portal de transparência, com informações detalhadas e pormenorizadas dos gastos públicos, que deveriam ser disponibilizadas em tempo real, no máximo em 24 horas.
Depois das explicações do prefeito Antonio Peixoto e sua assessoria, houve a participação popular, quando as pessoas expuseram várias situações consideradas como irregularidades, que ocorrem no município de Itacoatiara. O debate foi acalorado com vários questionamentos, reivindicações e argumentações, que na medida do possível, foram respondidas ou direcionadas pelos integrantes da mesa.
Presentes à sessão estiveram, o prefeito Antonio Peixoto; o coordenador da Defensoria Pública de Itacoatiara, José Maria Arcanjo; procuradora geral do município, Nazira Marques; controlador do município, Emanuel Altamor; chefe de gabinete da Ouvidoria do TCE, Harleson dos Santos; demais técnicos da ouvidoria do TCE, vereador Ney Nobre, Cheila Moreira, Joanilson Mendes, Marcos Rodrigues e Bernardo Santiago, secretários municipais, representantes da sociedade civil organizada e o povo em geral.